Valor da Contribuição do INSS

O trabalhador que contribui por conta própria ao INSS garante o direito a benefícios previdenciários como auxílio-doença, auxílio-acidente, salário-maternidade e a aposentadoria

 

Enquanto o salário mínimo for de R$ 1.100 o trabalhador que for pagar as contribuições referentes a janeiro terá que recolher:

5% do salário mínimo: R$ 55
11% do salário mínimo: R$ 121
20% do salário mínimo: R$ 220

Prazos de pagamento

MEI (Micro Empreendedor Individual)

O vencimento da contribuição ao INSS é no dia 20 do mês posterior ao que se refere o recolhimento

Quando a data cai em final de semana ou feriado o pagamento deverá ser feito um dia depois, dia 21

Se no dia 21 o banco também não abrir, o vencimento fica para o dia 22 e assim por diante

Facultativos e autônomos

O vencimento é no dia 15 do mês seguinte ao da competência

Por exemplo: o prazo da competência de janeiro vence em 15/02

Quando cai no final de semana ou feriado, ganha um dia a mais para poder pagar dentro do vencimento

Por que contribuir

O trabalhador que contribui por conta própria ao INSS garante o direito a benefícios previdenciários como auxílio-doença, auxílio-acidente, salário-maternidade e a aposentadoria

Para se filiar é preciso ter 16 anos de idade, no mínimo

Quem pode pagar 5% sobre o mínimo
A contribuição de 5% sobre o salário mínimo é destinada a membros de família de baixa renda. Para realizar a contribuição com esta alíquota é preciso preencher três requisitos:

não exercer atividade remunerada

não possuir renda própria

pertencer à família de baixa renda, com inscrição no CadÚnico (cadastro único)

Esta alíquota não dá direito à aposentadoria por tempo de contribuição nem o direito de utilizar este tempo para outros regimes de previdência social

 

Códigos para recolhimento de 5% (Baixa Renda)

1929 – Facultativo mensal

1937 – Facultativo Trimestral

Compartilhe!

Mais Postagens

Blog Image

Golpe de Falso Leilão gera prejuízo - Cuidado!

Blog Image

O que você precisa saber sobre Direito de Família

Blog Image

TRF-4 nega pedido de sindicato para suspender r...

Blog Image

O que você precisa saber sobre Direito de Família